Banner
Alguém perguntou:

Será que ele é a pessoa certa para mim?

Estou namorando um rapaz da minha igreja há quase 9 meses, estamos bem e nos gostamos e até fazemos planos, mas até hoje eu não tenho exatamente certeza se ele é a pessoa certa para mim. Ele tem dois filhos já e isso me preocupa, pois não sei se estou disposta a abrir mão da minha vida para cuidar dos filhos de outra pessoa, pois ele faz planos de morar com os filhos quando se casar, e eu sempre sonhei em ter minha própria família. Não entrar numa já formada, e o detalhe importante é que no inicio do namoro eu descobri que ele flertava com outras, terminei mas por insistência dele voltei. Hoje ele está bem diferente, não aparenta fazer mais as coisas erradas que fazia ,e se mostra um homem bem dedicado a mim, mas fico na duvida se Deus aprovaria algo que começou errado? Será que Ele me daria menos do que eu sonhei para mim? Ou seja formar uma família com meus próprios filhos.

Anúncios
Picture?width=100&height=100
Icon7 Icon3
Marcia Aquino respondeu:

Olá, a paz...
Deus não nos dá o que queremos, mas aquilo que precisamos. É o que afirma a bíblia em Jeremias 29:11, "Eu bem sei os planos que tenho para vós, diz o Senhor; planos de bem e não de mal, para vos dar o fim que esperais."
Se você não se mostra predisposta a abrir mão do sonho de "gerar" uma família, algo já está em desacordo, pois este homem já tem filhos e se é um "pai" no sentido literal da palavra, não abandonará seus filhos por nada deste mundo.
O fato de ter mudado sua conduta, pode ter vários significados, pois quando queremos algo, somos determinados em conquistar, e depois que conquistamos, nem sempre mostramos a mesma determinação do início.
Se você mudou de pensamento na base da "insistência" e não por Deus te direcionar neste reatar de relacionamento, as dúvidas não vão te deixar nunca. E caminhar na incerteza não é o ideal, quando os nossos sentimentos estão envolvidos na questão.
Abrir mão de nossos ideais custam um alto preço... resta saber se você está pronta a pagar por isto, e o quanto. É coisa para se orar, pensar e resolver de maneira definitiva, e sem retornos.
Já estive nesta posição, e sei que não é fácil, por isso, é melhor colocar nas mãos de Deus e deixar que Ele decida o "que" é melhor para nós. Eu fiz isso, e não estou arrependida.
Mas, se em orando, Deus te disser que você será a "mãe" que estes filhos não tiveram, caminhe sem medo e sem dúvidas... é "Deus" que estará adiante de você, e garantirá o bom êxito de seu desempenho maternal e como esposa.
Confie em Deus, mais que em si mesma, vai valer a pena.
Que Ele te abençoe nisto e em tudo. Graça e paz.

Thumb img 20170101 081634
Icon7 Icon3
Diego Silva respondeu:

A paz do senhor irmã! A bíblia diz que a vontade do Senhor é boa, perfeita e agradável. Na minha opinião, eu acho que você não deveria continuar nesse namoro, afinal é uma namoro muito arriscado. Deus é pai e o Senhor te ama, Ele quer lhe dar o melhor para você.Portanto, vos asseguro: Pedi, e vos será concedido; buscai e encontrareis; batei e a porta será aberta para vós. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate se lhe abrirá. Qual pai, dentre vós, se o filho lhe pedir um peixe, em lugar disso lhe dará uma cobra? Ou se pedir um ovo, lhe dará um escorpião? Ora, se vós, apesar de serdes maus, sabeis dar o que é bom aos vossos filhos, quanto mais o Pai que está nos céus Lucas 11:9,10 . Você esta fazendo uma boa avaliação pensando, você disse que eles já tem filhos e ainda pretende morar juntos, saiba que se você se casar com essa pessoa você não terá atenção como deveria ter dele, porque sempre os filhos dele está no meio do seu relacionamento ainda precisará aprender desde já a ser madrasta. Será que vale a pena irmã. Você disse também que no passado descobriu que ele andava se envolvendo com outras pessoas. Não aja na emoção, pense bem mesmo, Deus não é Deus de confusão mas da paz, o que começa errado não é um bom sinal. Deus abençoe

Avatar blank
Icon7 Icon3
Ewerton Silva respondeu:

A Paz do Senhor.

E complicado entrar em um relacionamento aonde o parceiro ja tem uma bagagem do relacionamento anterior.

Então analise bem...

Fique na Paz.

Picture?width=100&height=100
Icon7 Icon2
Larissa Borges respondeu:

Amada,

Que complicado. Eu penso exatamente como você sabe? Eu sempre desconfio das situações que começam com erro e confusão. Minha mãe sempre diz "O que começa errado, termina errado". Se você me dissesse: "estou sofrendo por ele, vivo chorando e ele é um peso na minha vida", eu te diria para sair fora, porque a benção de Deus enriquece e não acrescenta dores. Mas como você disse que vocês estão bem, se gostam, fazem planos, ele mudou e hoje é dedicado a você, eu já tenho uma visão diferente. Acho que ele se mostrou muito maduro em relação a ter mudado. No começo ele errou com você e nada justifica, mas talvez fosse pelo fato de o sentimento dele por você não estar tão forte como agora. Ele teve a atitude de se arrepender e mudar e hoje está valorizando a oportunidade que você deu a ele.

A bíblia diz no salmo 103: "Misericordioso e piedoso é o Senhor; longânimo e grande em benignidade.
Não reprovará perpetuamente, nem para sempre reterá a sua ira. Não nos tratou segundo os nossos pecados, nem nos recompensou segundo as nossas iniqüidades. Pois assim como o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem".

Então, Deus sempre dá a oportunidade ao homem de se arrepender e mudar. E quando há um arrependimento verdadeiro, como imagino que tenha havido nele, Deus põe uma pedra sobre aquilo que passou. Um relacionamento é como uma semente que Deus põe em nossas mãos. E fazer com que essa aliança seja uma benção ou não, é uma escolha nossa. E vejo que seu namorado tem trabalhado para fazer essa sementinha crescer.

Sobre os filhos, acho que isso pode ser negativo para você, pois sempre foi o seu sonho ter sua própria família. Você terá que conviver com os filhos de outra pessoa. Terá que ser uma mãe para eles. Mas da mesma forma que isso pode ser ruim, você tem o poder de fazer com que isso seja algo positivo. Acho que pode ser uma oportunidade para que você amadureça. Filhos são bençãos e se você gostar deles, pode tratá-los com amor, ajudar na educação. Isso é algo que depende de 3 coisas: Sua maturidade para lidar com isso, sua sabedoria para conduzir a situação e o mais importante, o amor que você tem por ele. Se isso que você sente no seu coração, for um amor puro e verdadeiro, o fato de ele ter filhos não vai ser um empecilho. Até acho bonito o fato dele querer morar com os filhos, estar próximos deles. Isso mostra amor. Se ele é um bom pai, certamente será um bom marido para você. E quanto a ter seus filhos com ele, nada impede.

Então acho que você deve dar tempo ao tempo. O tempo sempre traz a certeza de todas as coisas. Continue fiel a Deus, no Espírito e em oração pela sua vida sentimental. Seja dedicada à obra do Senhor. E não deixe que isso turbe o seu coração, esqueça essas dúvidas. Se daqui há algum tempo, talvez 1 ano, 1 ano e meio, tudo continuar em paz, não vejo motivos para você não investir nesse relacionamento. Agora, se for para te trazer prejuízos, pode ter certeza que o próprio Deus se encarregará de tirar da sua vida.

Vou te passar duas situações com o qual eu convivo para que você possa avaliar. A primeira é de uma amiga minha. Ela namorou durante muitos anos com um rapaz solteiro e sem filhos que a fazia sofrer. Ele era imaturo e infiel. . Depois de sofrer muito ela terminou com ele. Uns meses depois surgiu na vida dela um rapaz divorciado e com um filho pequeno. No começo ela resistiu, pois pensava como você e queria ter a família dela. Mas ele começou a se mostrar muito bom pra ela, um cara trabalhador, dedicado, maduro e tranquilo. E além disso, ela se apegou muito ao menino, filho dele. Os pais dela começaram a tratá-lo como filho também. Ele a pediu em casamento e hoje os 3 vivem muito bem e em paz.

A outra situação é de uma amiga que casou com um rapaz jovem e solteiro. O namoro dela foi correto, desde o começo. Muita oração e busca da parte dos dois. Depois do casamento, ela teve dois filhos com ele, como sonhou. Mas ele se revelou ser um homem grosso, impaciente e brigão. O lar dela vive em brigas. Ela já apanhou dele algumas vezes. Ele já foi até preso por isso. As crianças sofrem. Ela vê as coisas erradas que ele faz e precisa ficar calada.

Então, de que adiantou ter começado certo se terminou errado? Relacionamento é livre árbitrio. Você faz suas escolhas e suas escolhas fazem você. O fato de ter filhos não é pior que não ter caráter. Então não avalie somente aquilo que é superficial. Avalie o caráter dele, o temperamento, a integridade, a compatibilidade. Observe quem ele é. Os filhos são apenas um detalhe.

Graça e paz.


Anúncios