Banner
Carlos Diniz perguntou:

O cristão, é lícito, pode, ou convém participar de uma cerimônia religiosa de casamento?

Paz do Senhor, por favor, necessito dessa orientação, pois pode me ajudar na formação do meu caráter cristão. Existe questões que eu ainda fico na dúvida. Fui convidado para ser padrinho de casamento do meu cunhado. A cerimônia tratava de uma cerimônia Umbanda realizada em um sítio. A cerimônia foi muito rápida e simples, e foi realizada por uma mãe de santo. Não tinha absolutamente nada de instrumentos, canções, ou rituais, levando em consideração que o público era eclético, e muitos não são fã destas coisas, razão o qual os noivos optaram por algo bem discreto. O que realmente tinha era a decoração umbanda sem nenhuma tipo de imagem, apenas folhagem. Sejam sinceros, diretos, e por favor, me fale na lata, prefiro assim. Fiz certo em não ter aceitado o convite para ser padrinho, levando em consideração o fato que me levou a não aceitar, foi justamente a minha fé em Cristo, pois, existem coisas que estão enraizado em m'alma o qual não posso negar, ou ignorar. Mas, essa é uma situação que gerou um certo constrangimento familiar, em razão de eles não entenderem. Mas, eu estava lá no fundo do salão como espião, assistindo tudo. Será que estou equivocado, e preciso estudar mais um pouco, ou estou certo. Conteúdo da cerimônia é demoníaco, ou antibíblico. Caso estou certo, isso significa que também não convém eu compor uma tribuna como padrinho em uma cerimônia católica, espirita, budista, etc. Por gentileza me dê uma luz, esclarecendo segundo o conhecimento, bem como a vivência que possui em Cristo, O cristão deve ou não participar destas cerimônias religiosas na condição de padrinho. Tem algum problema apenas assistir? Obrigado, fiquem na paz do Senhor Jesus.

Anúncios
Picture?width=100&height=100
Icon7 Icon3
Marcia Aquino respondeu:

Olá, Carlos...
Leia se possível, o Salmos 50:23.
Não sou o pastor, e nem sou pastora, apenas uma das participantes do fórum.
Sua pergunta trás algumas considerações que como servos de Deus, precisamos fazer, já que temos família e ela, ás vezes em sua extensão, não professa a mesma fé que nós.
Nos vemos em algumas situações, como participar de sepultamentos, casamentos e somos quase que "obrigados" a participar, mas, a questão central está em "como" fazer isso sem despertar a ira ou a crítica de alguns.
Jesus ia a esses mesmos tipos de eventos, mas a sua "postura" era um diferencial... eu creio que a nossa, também deva ser.
Se é extremamente necessária a nossa presença, que em nome de Jesus, estejamos lá, e mesmo discordando dos ritos, sejamos "sábios", guardando-nos de proferir qualquer tipo de censura.
Minha "saída" seria declinar do convite a "amadrinhar" com educação e elegância. Estaria presente tempo suficiente, de modo a não gerar nenhuma polêmica, e estaria, antes, durante e depois em oração.
Não tomaria parte, de maneira alguma, de nenhum "ritual", tipo: fazer o sinal da cruz, repetir frases, mantras e etc...apenas ficaria sentada, pedindo a Deus para acabar logo!
Portanto, assistir não é necessariamente, concordar com nada. Até, posso citar que o casamento de um "Superstar" católico contou com uma participação "musical" de um conhecido casal adventista.
Participe, abençoe com sua presença, transmita Deus em um sorriso sincero... nós somos o "bom perfume" de Cristo em lugares assim.
Deus te abençoe e dê sabedoria.

Picture?width=100&height=100
Sandra Cristina respondeu:

Nesses casos deve-se pedir a direção do Senhor. Ele o responderia prontamente. Tudo o que pedirdes a Deus na mais sincera oração, Ele fará.

Thumb img 8378
Icon7 Icon2
Juliana respondeu:

A paz! Amigo, eu acredito que assistir a cerimônia é uma coisa, mas ser padrinho é algo bem diferente. No altar de santos quando você se dispõe a ser padrinho seja lá de casamento ou de batismo, você acaba entregando o casal ou a criança para algum santo (e por trás do santo sempre tem um demônio) e fica em concordância com isso.
É claro que dizer não para um casal é totalmente triste porque quando somos convidados sabemos que somos especiais e que fomos escolhidos, mas vale a pena por obediência a Deus.
Medite sobre isso. Tem uma pregação no youtube que explica muito bem sobre o assunto.

Deus abençoe!

Thumb violeta
Icon7 Icon3
Iris Maria respondeu:

Carlos.
Estar presente,em respeito afamilia,fortes amizades,Deus jamais condena.Esteja presente sem participar dos rituais,sem criticas,apenas abençoando e estando em comunhao com o Senhor Jesus em seu coração.
Sempre busque em oração a Deus.
Deus abençoe.

Thumb 286412 papel de parede mount blade 1920x1080
Icon1
Marcelo Silva respondeu:

Se sua consciência em Cristo diz para não fazer, e se tem dúvidas também não faça, do contrário ela irá te atormentar como as chamas do inferno. Mas se você ouviu a consciência de Cristo, por que nós temos uma consciência em Cristo e outra no mundo, e agora sente remoço por causa de seus amigos e familiares, não se preocupe, a sua paz virá quando eles aceitarem sua posição.

A paz

Anúncios